Evento

II Congresso Internacional da ABRAFH

“As famílias LGBTI+ e a resistência no afeto: contra qualquer tipo de retrocesso, avançaremos em proteção, dignidade e respeito.”

Brasília, a capital do país, sediará nos dias 17, 18, 19 e 20 de julho de 2018 o II Congresso Internacional da ABRAFH, realizado pela Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas (ABRAFH) em parceria com a Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção-Distrito Federal e com o apoio de outros parceiros.

Durante o evento serão realizadas palestras, mesas de debates, encontros com escritores, programação artístico-cultural e o II Simpósio Acadêmico-Científico da ABRAFH (SIMPAFH).

As inscrições estão abertas para qualquer pessoa que tenha interesse nas temáticas. Os acadêmicos, professores e membros associados da ABRAFH têm desconto especial!

Os debates realizados durante o evento visam estabelecer parcerias e projetar ações para a proteção e a promoção dos direitos da pessoa humana, sem distinções ou restrições de qualquer natureza, com foco nas famílias homotransafetivas.

As mesas temáticas serão compostas por especialistas de diversas áreas, fortalecendo o caráter interdisciplinar dos debates, entre os campos que estarão representados estão: Direito, Medicina, Psicologia, Assistência Social, Educação, Cultura, Religião e Política.

Entre os palestrantes, contaremos com a presença de profissionais, representantes de famílias homotransafetivas, pesquisadores e lideranças de movimentos sociais. As diferentes realidades e perspectivas da comunidade LGBTI+ no Brasil possibilitarão a troca de informações e o debate sobre diversidade, gênero e orientação sexual.

Entre os palestrantes e debatedores já confirmados, temos: Dionne Freitas, Luiza Valentim, Priscila Morégola, Renata Cysne, Rogério Koscheck, Saulo Amorim, Alexya Salvador.

Consulte a programação.

A ABRAFH

A ABRAFH é uma entidade da sociedade civil organizada que congrega famílias na luta por garantia de direitos civis, reconhecimento social e proteção dos seus membros. Originalmente integradas apenas pelas redes sociais, as famílias que constroem a ABRAFH atualmente estão distribuídas em uma rede de solidariedade e acolhimento, em todas as regiões do Brasil.

Com foco nas famílias que possuam ao menos um componente LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outros), a associação também congrega outros formatos de famílias por entender que toda família merece proteção. Desde a fundação a ABRAFH reivindicou o direito de proteger e zelar pelos interesses, direitos e bem-estar das famílias LGBTI+, sobretudo pela inexistência de leis de amparo específico. A preocupação repousa na necessidade do fortalecimento de todo e qualquer núcleo familiar. Na ABRAFH, todos são bem-vindos e abraçados da mesma forma.

O que une todos os filiados na ABRAFH é o sonho de um dia existir uma “Associação Brasileira de Todas as Famílias”, entidade que reuniria sem distinções e com objetivos comuns todas as modalidades de famílias.

Porém, enquanto as orientações sexuais e as identidades de gênero divergentes do padrão tido como normal forem subjugadas e desrespeitadas, a ABRAFH ainda se fará necessária. Enaltecer as diferenças para garantir respeito à diversidade é um compromisso da associação.

ATUAÇÃO

A ABRAFH é laica e suprapartidária, isenta de quaisquer preconceitos ou discriminações relativas à nacionalidade, cor, raça, credo religioso, classe social, concepção filosófica, orientação sexual ou identidade de gênero.

Alicerçada na visibilidade positiva das famílias, sua atuação se desenvolve em três eixos: 1) aproximação de pessoas LGBTI+ e suas famílias; 2) representatividade política das famílias associadas em território nacional e estrangeiro; 3) intervenção social, com empoderamento e articulação de apoio às demandas dos associados.

A associação acredita que toda família que possui ao menos um componente LGBTI+ é uma família ABRAFH. Por isso, visa a união de todas as famílias, independente de quaisquer particularidades.

Pois, com certeza, toda família merece proteção!

Inscreva-se

Programação

18 a 20 de julho de 2018

Festa de Confraternização

II Congresso Internacional da ABRAFH



Ao final do último dia, todos os congressistas, amigos e familiares estarão convidados a participarem da FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO.

Local: A definir

Cada participante da festa arcará com os próprios custos (consumo).

Palestrantes e Moderadores

Conheça os palestrantes e moderadores do I CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRAFH

Rogério Koscheck

Presidente da ABRAFH e pai de família homoafetiva.

Maria Berenice Dias

Advogada Especializada em Direito Homoafetivo, Direito das Famílias e Sucessões.

Christian Perrone

Advogado, Secretário Comissão Jurídica Interamericana da Organização dos Estados Americanos e Membro Efetivo da ABRAFH.

Patrícia Gorisch

Presidente da Comissão Nacional de Direito Homoafetivo do IBDFAM.

Marcos Vinicius Torres Pereira

Advogado com Mestrado e Doutorado pela UERJ. Bacharel em Letras. Profº de Direito Internacional Privado da UFRJ.

Henrique Rabello

Vice-Presidente da CDHO / OAB-RJ.

Tula Chaves

Psiquiatra, Membro Fundadora da ABRAFH.

Catalina Martínez

Diretora para América Latina do Instituto Reproductive Rights.

Roberta Pinto Nogueira

Biomédica formada pela Universidade do Rio de Janeiro, Embriologista desde 1995, Mestrado pela University of Newcastle Upon Tyne, Inglaterra e Diretora de Laboratório da Clínica Gerar Vida.

Ana Lodi e André Lodi

Diretora de Relações Institucionais e Comunicação da ABRAFH e Especializando em Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos na ENSP/FIOCRUZ. Mãe e filho – Reprodução assistida.

Roy Rosenblatt-Nir

CEO da Tammuz International Surrogacy.

Silvana do Monte Moreira

Advogada, Vice-Presidente da ANGAAD, Presidente da Comissão de Adoção do IBDFAM, Presidente da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB-RJ e Conselheira Jurídica da ABRAFH.

Patricia Sanches

Advogada. Doutora em Direito. Professora da EMERJ. Membro-fundadora da Comissão de Direito Homoafetivo da OAB-RJ.

Sávio Bittencourt

Promotor de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Claus-Peter de Oliveira Willi e
Wesley Eto Willi

Pai e filho adotivos.

Anna Uziel

Psicóloga - UERJ.

Ana Cláudia Isabel

Advogada, Professora e Membro Efetiva do Conselho Fiscal da ABRAFH.

Raquel Chrispino

Juíza da Vara de Família.

Fernanda Barretto

Advogada, Mestre em Família na Sociedade Contemporânea. Professora de Direito Civil da UNIFACS, do Curso CEJAS, da EMAB e da Pós-Graduação da Faculdade Baiana de Direito e LFG/Anhanguera.

Fernanda Leitão

Advogada. Especialização em Mediação em Harvard Law School. ANOREG – Associação de Notários e Registradores do Brasil.

Helena Lacerda

Desenvolvedora Web, Professora, Mãe de família homoafetiva e Membro Fundadora da ABRAFH.

Majú Giorgi

Coordenadora Nacional do Grupo "Mães pela Diversidade".

Alexya Salvador

Mãe e Professora.

Saulo Amorim

Advogado e Fisioterapeuta. Mestre em Desenvolvimento. Servidor do Colégio Pedro II. Habilitado, à espera dos filhos adotivos. Diretor Administrativo da ABRAFH.

Gabriel Rebello

Estudante.

Vera Marques

Doutora em Ciências Sociais, pesquisadora e docente, coordenadora da Área de Direitos Humanos, Gênero e Sexualidade - ENSP/FIOCRUZ.

Marília Serra

Vice-Presidente da ABRAFH. Jornalista, membro do Observatório Nacional do Direito à Diversidade Sexual - ONDDAS e membro consultivo da Comissão de Diversidade Sexual da OAB/DF.

Maiara Fafini

Travesti, dona de casa nômade, psicóloga colaboradora do CRP-RJ nas Comissões de Direitos Humanos, Saúde e Políticas Públicas e no Comitê de Saúde LGBT e Conselho Estadual LGBT/RJ.

Giowana Cambrone

Membro da ABRAFH. Advogada. Mulher Transexual. Presidente da CDH da OAB/Leopoldina. Professora-orientadora de Direito de Família da FACHA. Mestranda em Políticas Públicas e Formação Humana pela UERJ.

João Nery

Psicólogo, sexólogo, primeiro homem trans a ser operado no Brasil durante a ditadura militar. Ativista dos direitos humanos. Autor de Viagem Solitária.

Bárbara Dalcanale Menêses

Psicóloga e Sexóloga, Centro de Referência LGBT de Campinas-SP.

Ana Gerbase

Advogada, 1ª Vice-Presidente da Comissão de Mediação do IBDFAM, Secretária-Geral da Comissão de Direito Homoafetivo da OAB-RJ e Membro Efetiva da ABRAFH.

Beatrice Marinho Paulo

Advogada e Psicóloga - MP/RJ, Conselheira Jurídica da ABRAFH. Doutora em Psicologia Clínica. Especialização em Direito da Criança e do Adolescente e em Psicologia Jurídica. Docente de Psicologia Aplicada ao Direito, na UNESA.

Maria Aglaé Tedesco

Juíza da Vara de Família - TJ/RJ

Marisa Chaves Gaudio

Advogada (PUC/RJ); pós-graduada em Direito Civil (ESA). Pós-graduada em Mediação com ênfase em Família pela UCAM e capacitada pelo Instituto Mediare em Mediação de Conflitos; Professora da ESA da OAB/RJ e da UNIFESO; Mediadora da Câmara de Mediação da OAB-RJ.

Lívia Dornelas Resende

Advogada pela PUC/RJ. Pós-graduada pela EMERJ e FGV/RJ. Membro da ABPI, do IBDFAM, das Comissões de Mediação e de Direito Homoafetivo da OAB/RJ, Diretora Jurídica e da Câmara de Mediação de Conflitos da ABRAFH.

Juliana Loss

Coordenadora Técnica do Núcleo de Mediação da FGV.

Samantha Pelajo

Presidente da Comissão de Mediação de Conflitos da OAB-RJ.

Marcos Gladstone

Pastor Evangélico.

Ivanir dos Santos

Babalawo no Candomblé e Professor. Militante do empoderamento social e intelectual da população negra. Membro do LHER-UFRJ. Conselheiro da CEAP. Interlocutor da CCIR.

André Accioly

Budista. Advogado membro do Núcleo de Juristas da BSGI.

Ricardo Lodi Ribeiro

Doutor em Direito. Diretor da Faculdade de Direito da UERJ. Docente de Direito Financeiro e Tributário. Presidente da SBDT. Membro do Conselho Jurídico da ABRAFH.

Cristiana Serra

Psicóloga graduada pela PUC/RJ. Mestranda em Saúde Coletiva pelo IMS/UERJ, com pesquisa em gênero e religião. Colaboradora do Eixo Psicologia e Laicidade da Comissão Regional de Direitos Humanos do CRP/RJ. Teóloga Católica.

Laura Castro

Atriz, Produtora Cultural, Membro Fundadora da ABRAFH.

André Fischer

Idealizador e co-diretor do Festival Mix Brasil de Cinema e Vídeo da Diversidade Sexual.

Pedro HMC

Idealizador e roteirista do canal “Põe na Roda”.

André Almada

Editor da “Universo AA” e sócio da “The Week”.

Safira Bengell

Atriz e Transformista.

Raquel Pereira de Castro Araujo

Graduada em Direito pela UFF. Pós-graduada em Direito Processual Civil pela UFF. Presidente da Comissão de Direito Homoafetivo da OAB-RJ.

Paulo Borba Casella

Professor Titular de Direito Internacional da USP.

Rodrigo da Cunha Pereira

Presidente do IBDFAM.

Viviane Girardi

Advogada - Diretora da Associação dos Advogados de São Paulo - AASP.

Daniela Gusmão Scaletsky

Advogada, Doutora em Direito e Presidente da OAB Mulher.

Eleonora Menicucci

Socióloga e Ex Ministra da Secretaria de Política para as Mulheres.

Siro Darlan

Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Jean Wyllys

Jornalista e Deputado Federal.

Acadêmicos

Instruções para envio e apresentação de trabalhos acadêmicos.

Data limite de entrega: 10/06 – Resumos devem ter entre 150 e 200 palavras com indicação de 3 palavras-chave.
Enviar para ana.lodi@abrafh.org.br


Pôster / Poster


A Sessão de Pôsteres é destinada à apresentação de trabalhos de pesquisa, experiências profissionais e de estágio ou relatos de caso. Podem ser submetidos por estudantes de graduação e pós-graduação. O resumo deve ter entre 150 e 200 palavras com indicação de 3 palavras-chave. O Pôster deve ser preparado de forma clara e estética e disporá de um espaço útil de 0,8 m de largura x 1,0 m de altura. Embora a organização do pôster seja livre, pedimos que constem as seguintes sessões mínimas: introdução, objetivo, métodos e resultados. A apresentação dos pôsteres será 29 e 30 de junho de 19:00 às 20:00. A produção do pôster é de responsabilidade dx acadêmicx. Todxs xs (co)autorxs devem estar inscritxs.


The poster sessions are destined to the presentation of researches, professional and internships’s experiences or case studies. Graduation students can submit to this category. The abstract must have between 150 and 200 words and there must be 3 key-words. The poster must be 0,8m wide x 1,0m high and configurated in a clean and easy to understand way. Although the organization of the posters is free, we ask that it contains at least: introduction, objective, methods and results. The presentations will take place in June 29th and 30th, from 7pm to 8pm. Production of the post is student’s responsibility. All (co)authors must be registered.


La sesión de Pósters está destinada a la presentación de trabajos de investigación, experiencias profesionales y de estancia o relatos de caso. Pueden ser enviados por estudiantes de licenciatura/pregrado. El resumo debe tener entre 150 y 200 palabras indicando 3 palabras-chave. El Póster debe ser preparado de forma clara y estética y dispondrá de un espacio útil de 0,8 m de ancho x 1,0m de alto. Aunque la organización do póster sea libre, pedimos que consten las siguientes informaciones mínimas: introducción, objetivo, métodos y resultados. La presentación de los pósters será el 29 e 30 de junio de 19:00 a 20:00. Producción del puesto es la responsabilidad del estudiente.Todxs lxs (co)autorxs devem estar registradxs.



Simpósios Temáticos / Thematic Symposiums / Simposios Temáticos


Os STs oferecem um espaço para apresentação e discussão de pesquisas concluídas, ou em estágio avançado de desenvolvimento. Seu objetivo é reunir pesquisadoras e pesquisadores interessadas/os em temas ou em abordagens teórico-metodológicas afins, proporcionando um bom debate acadêmico. Todxs xs (co)autorxs devem estar inscritxs.


The thematic symposiums offer space for presentation and discussion of concluded researches or researches in late state of development. It’s objective is to gather researchers interested in similar themes or theoretical and methodological approaches to build a quality academic debate. All (co)authors must be registered.


Los STs ofrecen un espacio para presentación y discusión de pesquisas concluidas, o en etapa avanzada de desarrollo. Su objetivo es reunir investigadoras e investigadores interesadas/os en temas o en abordajes teórico-metodológicos afines, proporcionando un buen debate académico. Todxs lxs (co)autorxs debem estar registradxs.


Horários serão confirmados posteriormente.



Cultura

MOSTRA CANADENSE DE FILMES LGBTI

Filmes e documentários com a temática LGBTI – cedidos pelo Governo do Canadá.


1) WHEN LOVE IS GAY (1995)

Este documentário explora e desmascara mitos sobre a homossexualidade a masculina. Examinando as relações entre os homens - parcerias monogâmicas de longa data de breves encontros - o filme apresenta homens de todas as idades que falam abertamente sobre sua sexualidade e os desafios da auto-aceitação em uma sociedade muitas vezes homofóbica. Exemplos de entrevistas íntimas, bem como cenas de ação que vão de uma pista de dança cheia de vapor na vila gay de Montreal a um ex - policial gay que palestra para futuros oficiais, When Love is Gay apresenta um retrato realista de uma cultura gay em evolução.


- Tempo de Duração: 48 min 48s
- Dirigido por: Laurent Gagliardi
- FILME DO NFB


2) OPEN SECRETS (2003)

Este documentário provocador descobre um capítulo perdido na história militar canadense: como as Forças Armadas lidava com o comportamento homossexual entre os soldados, durante e após a Segunda Guerra Mundial. Mais de 60 anos depois, um grupo de cinco veteranos, muito jovens quando se alistaram , quebrou o silêncio para falar sobre como o comportamento homossexual “foi ainda mais impronunciável do que o câncer. “No entanto, em meio à brutalidade da guerra, os casos de despertar sexual entre soldados e oficiais estavam ocorrendo”. Inicialmente, o Exército tinha feito vista grossa, mas como a guerra avançava, eles começaram a reprimir: tribunais militares, ameaças de prisão, descarga e exposição pública. Depois da guerra, os oficiais acusados de homossexualidade foram desligados. De volta para casa no Canadá, reputações e carreiras foram arruinadas. Para os jovens que tinham servido seu país com bravura, este capítulo final foi forte demais para suportar . Baseado no livro Courting Homosexuals in the Military, de Paul Jackson.


- Tempo de Duração: 52'
- Dirigido por: José Torrealba
- FILME DO NFB


3) CURE FOR LOVE (2008)

Cure for Love é um documentário de longa-metragem sobre um movimento evangélico controverso que pretende converter os gays em heterossexuais. O filme nos leva dentro desta subcultura cristã incomum e segue as vidas de vários jovens cuja homossexualidade está em desacordo com suas crenças religiosas.


- Tempo de Duração: 59 min 4s
- Dirigido por: Francine Pelletier and Christina Willings
- FILME DO NFB


4) A KIND OF FAMILY (1992)

Este documentário conta a história complexa e comovente da cidade do vereador da cidade de Winnipeg, Glen Murray, e seu filho adotivo de 17 anos, Mike, cuja luta com o vício e problemas comportamentais é frequente. Glen, agora um membro do Parlamento Provincial de Ontário, foi um dos primeiros políticos eleitos assumidamente gays no Canadá. Ele adotou Mike durante uma época em que os estereótipos homofóbicos frequentemente impediam homens e mulheres homossexuais de adotar crianças. O relacionamento de Glen e Mike é sempre tênue, já que eles lutam para viverem juntos e sozinhos.


- Tempo de Duração: 53 min 41s
- Dirigido por: Andrew Koster
- FILME DO NFB


5) ONE OF THE THEM (2000)

Este curto filme de ficção apresenta veteranos do ensino médio descobrindo e lutando contra a discriminação e os estereótipos homofóbicos. Jamie tem de enfrentar suas próprias reações quando ela percebe que seu amigo é gay e precisa de seu apoio. O namorado de Jamie deve decidir se ele vai apoiar Jamie . One of Them incide sobre homofobia e discriminação num contexto de direitos humanos. A dramatização leva aos telespectadores examinarem suas próprias respostas e promoverem um ambiente escolar seguro para todos.


- Tempo de Duração: 25 min 28s
- Dirigido por: Elise Swerhone
- FILME DO NFB


6) WHEN SHIRLEY MET FLORENCE (1994)

Este pequeno documentário oferece um retrato íntimo de duas mulheres em seus sessenta anos – uma homossexual, outra heterossexual - de quem amor que criam uma pela outra e a música que criam juntas transcendem diferenças. O apego de Florença e Shirley ao longo da vida é uma conexão reconfortante que desafia a categorização.


- Tempo de Duração: 27 in 6s
- Dirigido por: Ronit Bezalel
- FILME DO NFB


7) MY PRAIRIE HOME (2013)

Neste documentário-musical feito por Chelsea McMullan, o cantor indie Rae Spoon nos leva em uma viagem lúdica, meditativa e melancólica, às vezes. Com imagens majestosas das expansões infinitas das pradarias canadenses, o filme apresenta Spoon cantando sobre sua seu envelhecimento. Entrevistas, performances e sequências musicais revelam processo de inspiração de Spoon de construir uma vida própria, com uma pessoa trans e como músico.


- Tempo de Duração: 77 min 23s
- Dirigido por: Chelsea McMullan
- FILME DO NFB


8) LAST CHANCE (2012)

Este documentário conta a história de 5 requerentes de asilo que fogem dos seus países de origem para escapar da violência homofóbica. Eles enfrentam obstáculos de irem para o Canadá , temem deportação e aguardam ansiosamente uma decisão que irá mudar suas vidas para sempre.


- Tempo de Duração: 84 min 56 s
- Dirigido por: Paul-Émile d'Entremont
- FILME DO NFB


PALAVRAS DIVERSAS

ENCONTRO COM AUTORES E SUAS OBRAS

Bate papo com os autores que estarão apresentando suas obras com temáticas relacionadas à homoafetividade e às questões LGBTI.

HOMOAFETIVIDADE E OS
DIREITOS LGBTI
Drª Maria Berenice Dias

VIAGEM SOLITÁRIA –
MEMÓRIAS DE UM TRANSEXUAL
TRINTA ANOS DEPOIS
João Nery

FAMÍLIAS HOMOAFETIVAS:
A INSISTÊNCIA EM SER FELIZ
Lícia Loltran

RELAÇÕES HOMOAFETIVAS - DIREITOS E CONQUISTAS
Ana Brúsolo Gerbase

EU TRANS - A ALÇA DA BOLSA: MEMÓRIAS DE UM TRANSEXUAL
Jordhan Lessa

ESTRANHOS NO PARAÍSO
Gerson Lodi Ribeiro

AMAR – COLETÂNEA DE LIVROS INFANTIS 
Thiago Minamisawa

A PRINCESA E A COSTUREIRA
Janaína Leslão

O SEGUNDO ARMÁRIO - DIÁRIO DE UM JOVEM SOROPOSITIVO
Gabriel Abreu

MEMÓRIAS DE UMA PAIXÃO
Clynton Corrêa

HOMOFOBIA - IDENTIFICAR E PREVENIR
Jaqueline Gomes de Jesus

FIM DE SEMANA EM AMSTERDAM
André Feijó Barroso

LA POLLA GRANDIOSA
Moisés Guimarães

DOIS PAIS, SIM!
Vasco P. da Gama

O RECONHECIMENTO DOS DIREITOS HUMANOS LGBT DE STONEWALL A ONU
Patrícia Gorisch

FAMÍLIA DE TODO JEITO
Ana Claudia Bastos

O (Des)Aprendizado de Si: transexualidades, interação e cuidado em saúde
Rodrigo Borba

A BÍBLIA SEM PRECONCEITOS
Marcos Gladstone

Faça Parte

Inscreva-se e participe do II Congresso Internacional da ABRAFH.

Increver-se

Antes de realizar a sua inscrição, filie-se a ABRAFH e usufrua o desconto de 50% no valor da inscrição. Para afiliar-se, vá em www.abrafh.org.br e preencha a ficha. Não há custo algum. É a grande oportunidade de participar do maior evento a ser realizado no Brasil para as famílias homoafetivas e comunidade LGBTI.


E, se você é membro da ABRAFH, não esqueça de aplicar o "código promocional".


Inscreva-se

Agência Autorizada

Para maior comodidade e conforto dos nossos convidados, a ABRAFH conta com uma agência autorizada onde você poderá realizar reservas de hotéis no Rio de Janeiro, comprar sua passagem aérea e muito mais!



Agência Autorizada